Manual para conversão de Teses e Dissertações em PDF

1 - Introdução



2 - Utilizando o Microsoft Word



3 - Utilizando o Word Perfect



4 - Utilizando LATEX



5 - Divindindo o arquivo .pdf em capítulos



6 - Criando marcadores (bookmarks)

1 - Introdução

Todas as Teses e Dissertações apresentadas pelos alunos de Mestrado e Doutorado da PUC-Rio deverão ser convertidas em arquivos no formato PDF (Portable Document Format) com a finalidade de serem certificadas e disponibilizadas na Internet. A conversão para o formato PDF requer a utilização do programa Adobe Acrobat.

PDF é um formato de arquivo digital representado na tela do computador através de páginas do documento - formulários, imagens, gráficos, tabelas, enfim, tudo que se pode imprimir. Os arquivos PDF são universais, ou seja, podem ser visualizados em qualquer sistema operacional (Windows, Mac, Unix, Linux, etc). O software mais utilizado para visualização desses arquivos é o Acrobat Reader, produto gratuito, disponível para download em vários sites na Internet, incluindo o da Biblioteca.

Em alguns casos a conversão pode não ser completada com sucesso, isso ocorre quando alguma característica do editor de texto utilizado pelo usuário não é compreendida pelo Adobe Acrobat no ato da conversão. Tipo de fonte incomum é um exemplo; neste caso, para que a conversão venha a ser realizada, deve-se efetuar um outro procedimento mais longo, convertendo o DOC para POSTSCRIPT e depois para PDF, mas para isso a máquina deverá estar com o driver POSTSCRIPT instalado. Este é um caso raro, mas poderá vir a acontecer, caso ocorra, entre em contato com a Biblioteca da PUC-Rio através do endereço sat@dbd.puc-rio.br, que daremos as orientações necessárias para a conversão.

Topo

2 - Utilizando o Microsoft Word

Configuração do Adobe Acrobat

Instale o programa Adobe Acrobat conforme as orientações do instalador do programa.

Abra o programa Word.

Após a instalação correta, o Adobe Acobat criará automaticamente uma opção de manipulação dentro do próprio Word, aparecendo na Barra de Menu como Acrobat e com um ícone na Barra de Ferramenta, conforme mostram as figuras:


Barra de Ferramenta do Acrobat

Opção da Barra do Menu do Acrobat

Marque a opção "Visualizar resultado no Acrobat".

No item Acrobat, configure o Adobe Acrobat clicando na opção "Alterar configurações de conversão...". Selecione a opção "Print" em "Configurações de conversão"; clique em "Ofício" e, em seguida, em "Salvar Arquivo Automaticamente", como mostram as figuras abaixo:

Clique em "Configurações", em seguida em "Editar configurações de conversão..." e altere o item "Resolução" para 600 dpi.

Clique em OK e salve nomeando a configuração, como por exemplo: TesesPUC.

Conversão utilizando Barras de Ferramentas no Editor de Textos

Abra o arquivo que você deseja converter para PDF, clique na Barra de Ferramentas no botão Converter em Adobe PDF ou na Barra de Menu em "Acrobat/Converter em Adobe PDF".

Durante o processo de conversão serão mostradas as telas a seguir:

Janelas que aparecem durante a conversão

Ao encerrar a conversão você verá já o documento convertido, bastando salvá-lo - clique em "arquivo" e em seguida em "salvar".


Visualização do arquivo já convertido em PDF
Conversão utilizando a opção na Barra de Menu Arquivo/Imprimir.

Com o Adobe Acrobat já configurado, abra o documento a ser convertido.

Selecione a opção "imprimir".

No item impressora, nome, selecione "Acrobat Distiller" e clique em OK.

Em seguida será mostrada a janela para salvar o arquivo como PDF.

Caso você não tenha dividido seu documento em capítulos e queira dividir, veja aqui o modo.

Topo
3 - Utilizando o Word Perfect
Configuração do Adobe Acrobat

Instale o programa Adobe Acrobat conforme as orientações do instalador do programa.

Abra o programa Word Perfect.

Selecione a opção "imprimir" e, em seguida, selecione Acrobat Distiller em "name/nome".

Clique, então, no botão "Properties/Propriedades", conforme a figura a seguir:

Em "Configurações PDF da Adobe" faça as seleções conforme a figura:

Clique em "Editar configurações de conversão" e altere a resolução para 600 dpi, conforme mostra a figura:

Clique em OK.

Salve nomeando a configuração, por exemplo: TesesPUC.

Abra, agora, o arquivo que deseja converter, selecione a opção "imprimir" e "Print to Acrobat Distiller".

Após clicar no botão "Print", será iniciado o processo de conversão mostrando uma pequena janela com a informação da preparação do documento.

A seguir será mostrada a tela para salvar o documento PDF criado.

O novo arquivo gerado e que estará sendo visualizado no momento já está pronto e com o formato PDF.

Caso você não tenha dividido seu documento em capítulos e queira dividir, veja aqui o modo.

Topo

4 - Utilizando LATEX

Primeiramente, é necessário ter instalado, na máquina que você irá utilizar para a conversão, o software LATEX. Este software pode ser encontrado em diferentes versões, de acordo com o sistema operacional de seu computador. Especificamos abaixo algumas dessas versões e seus respectivos endereços para informações e downloads:

LATEX
(Unix)
http://www.tug.org/
http://www.tex.ac.uk/faq
PCTEX
(Windows)
http://www.studentsoftware.vt.edu/
http://www.pctex.com/pdf.htm
MIKTEX
(Windows)
http://www.miktex.org/manual/index.html

Configuração do Adobe Acrobat

Após a instalação do Adobe Acrobat, é necessário configurá-lo para o padrão adotado pela PUC-Rio. Esta operação será feita uma única vez.

Abra o Acrobat Distiller e selecione Print em Opções de tarefas.

Vá em Configurações e selecione Opções de tarefas.
Altere a Resolução para 600 dpi.

Clique em Salvar como e nomeie sua nova configuração, como, por exemplo: TesesPUC.

Agora é só clicar em OK e pronto, o Acrobat Distiller está configurado.

Sugerimos que você crie em seu computador, uma nova pasta, onde você trabalhará para converter seus documentos. Para realizar as conversões abaixo, criamos a pasta X:\DVI, onde X é uma unidade de seu computador. Depois de criar sua pasta para conversão, coloque seus arquivos na mesma.

Conversão

1º passo

Se você já tem a tese em formato ".dvi", siga para o próximo passo, caso contrário, vá ao Menu Iniciar e abra o Prompt de Comando DOS.

Execute o seguinte comando no DOS e depois tecle ENTER:
X:
onde X é a unidade onde você criou a pasta para conversão. No nosso caso a unidade é D.

EXEMPLO: D: (não se esqueça de teclar ENTER)

Execute o seguinte o comando no DOS e depois tecle ENTER:
cd \pasta_de_conversao

EXEMPLO: cd \dvi (não se esqueça de teclar ENTER)

Depois de executar estes comandos, você terá algo parecido com o que está abaixo:


Execute o seguinte comando no DOS e depois tecle ENTER:
latex nome_do_arquivo
.
EXEMPLO: latex minha_tese.tex (não se esqueça de teclar ENTER)
As figuras a seguir ilustram a etapa explicada acima:

A figura a seguir mostra como é realizado este comando. O comando executado irá gerar um arquivo com o mesmo nome do original, porém com uma extensão diferente: ".dvi". Este novo arquivo estará localizado na pasta de conversão, no nosso caso X:\DVI.

A execução do comando ilustrado na figura, irá gerar o arquivo "minha_tese.dvi".

2º passo

Com o arquivo ".dvi" em mãos, você terá que convertê-lo para um arquivo ".ps".

Vá ao Menu Iniciar e abra o Prompt de Comando DOS.

Execute o seguinte comando no DOS e depois tecle ENTER:
X:
onde X é a unidade onde você criou a pasta para conversão. No nosso caso a unidade é D.

EXEMPLO: D: (não se esqueça de teclar ENTER)

Execute o seguinte o comando no DOS e depois tecle ENTER:
cd \pasta_de_conversao

EXEMPLO: cd \dvi (não se esqueça de teclar ENTER)

Depois de executar estes comandos, você terá algo parecido com o que está abaixo:



Execute o seguinte comando no DOS e depois tecle ENTER:
dvips
nome_do_arquivo
EXEMPLO:
dvips minha_tese.dvi (não se esqueça de teclar ENTER)

A figura a seguir ilustra a etapa explicada acima, em que o arquivo "minha_tese.dvi", é convertido em "minha_tese.ps"(que estará na pasta de conversão, no nosso caso X:\DVI):

3º passo

Com o arquivo ".ps" em mãos, pode-se fazer a conversão para ".pdf".

Primeiramente, abra o programa Acrobat Distiller(que se encontra em Iniciar/Programas/Acrobat Distiller).

Em Opções de tarefas escolha a configuração recomendada pela PUC-Rio, que sugerimos chamar TesesPUC.

Vá em Arquivo e selecione a opção Abrir.

Selecione o arquivo que será convertido para PDF. Este arquivo estará localizado na pasta de conversão, no nosso caso X:\DVI, e terá a extensão ".ps".
EXEMPLO: D:\DVI\minha_tese.ps

Nomeie o arquivo ".pdf" que será gerado, por exemplo, minha_tese.pdf, na pasta de conversão, no nosso caso X:\DVI.

Ao fim do processo, são exibidas algumas informações sobre o processo de conversão do arquivo, como mostra a figura a seguir.

Caso você não tenha dividido seu documento em capítulos e queira dividir, veja aqui o modo.

 
Topo
5 - Divindindo o arquivo .pdf em capítulos

À partir de seu documento em formato .pdf, você poderá dividí-la em capítulos.

Antes de começar, seria bom que você tivesse anotado os capítulos, e as páginas em que eles se encontram no texto original. Por exemplo: Estou com um documento de 33 páginas que dividirei em 2 capítulos. O capítulo 1 vai da página 1 a 3, e o capítulo 2 da página 4 a 33.

Depois de abrir o documento no Adobe Acrobat, clique na opção Documento / Extrair páginas, como mostra a figura abaixo:

Ao selecionar a opção acima, aparecerá uma janela, em que você deverá informar, a página início e a página fim de cada capítulo; como mostra a figura a seguir:

Ao clicar em OK, será aberta uma nova janela do Adobe Acrobat com as páginas referentes ao capítulo extraído. Basta, agora, que seja feito o salvamento deste novo arquivo:

Fechando o arquivo que fora criado, repita os mesmos procedimentos no arquivo original para cada capítulo que desejar criar.

OBS: Lembramos que não há como editar os textos no documento .pdf no caso em que se queira, por exemplo, começar um capítulo do meio de uma página ou terminá-lo no meio de outra.

Topo
6 - Criando marcadores (bookmarks)

Bookmark ou Marcadores é uma ferramenta do Adobe Acrobat que permite ao usuário ir rapidamente de um ponto a outro, previamente marcado, no documento PDF.

Para que esta ferramenta funcione, você precisa, inicialmente, escolher os locais e marcá-los acionando a Paleta referente aos Marcadores (Bookmarks).

A marcação de um texto, para se criar um Bookmark, é realizada clicando primeiramente na Paleta Marcadores para se ter a visualização da área relativa aos marcadores do documento PDF, a seguir no Botão relativo a Ferramenta para Seleção de um Texto na Barra de Ferramentas e em seguida é selecionado o texto que se deseja marcar para se obter o Bookmark.

Após a seleção do texto, clique no Botão Criar Novo Marcador, que se encontra na Paleta Marcadores, conforme mostra figura a seguir.

Será criado um marcador já com um nome para o texto selecionado (o nome é previamente definido pelo Adobe Acrobat e poderá ser substituido caso você deseje).

Para se criar Marcadores para gráficos e imagens, executa-se os mesmos procedimentos utilizados na criação de marcadores de Textos, escolhendo a opção de Ferramenta para Seleção de um Gráfico na Barra de Ferramentas.

Quando o usuário desejar ir até a palavra previamente marcada, basta selecionar na Paleta Marcadores, a tela saltará diretamente para a área marcada.

Topo