Redes socias como fonte de conteúdo

Estudioso na área de Engenharia de Software, Yuri Malheiros, debate a questão do acesso a conteúdo pelas redes sociais.

midias-sociais1

Pesquisas recentes mostram que o tempo que os usuários gastam no Facebook é mais do que dobro do tempo gasto por eles no Google. Boa parte do consumo de informações desses usuários não provém mais de um sistema de busca, agora eles acompanham o conteúdo compartilhado por seus contatos numa rede social. Esse conteúdo pode variar de mensagens pessoais e fotos até links para artigos interessantes e opiniões próprias sobre um produto ou serviço.

O conteúdo compartilhado tem duas características importantes que o diferencia do que estávamos acostumados a consumir.

A primeira é que não temos apenas grandes empresas nos bombardeando com propagandas. Os usuários comuns dividem o meio de publicação igualmente com elas. (…)

O poder não é maior apenas por causa do número de usuários. É mais comum alguém acreditar na opinião dos seus amigos do que na propaganda de uma grande empresa.

(…)

A segunda característica do consumo de informação numa rede social é que não precisamos mais buscar as infomações, elas simplesmente aparecem.

(…) se você possui amigos com interesses parecidos com os seus (…) com certeza seus amigos no Twitter compartilharão alguns dos links que você iria ler pelos Feeds.

(…)

Nossa rede de contatos acaba se transformando num filtro natural de informações na rede. Se antes você olharia as novidades nos Feeds e escolheria o que é relevante para ler, no Twitter alguém já teria feito isso por você. Claro que o filtro de uma outra pessoa é diferente do seu, mas se alguém compartilhou um link, ou se várias pessoas compartilharam aquele mesmo link, ele tem grande potencial de ser no mínimo interessante.

(…) Esse poder de divulgação é potencializado pelo laço de confiança maior entre amigos…

A segunda característica é a que mais permeia o meio acadêmico. Não é que as informações não precisem mais ser buscadas, mas as mídias sociais encurtam alguns caminhos.

Ao participar de grupos de discussão, você tem acesso a muitas informações sem necessariamente buscar por elas. Da mesma forma, quando um evento é compartilhado no Facebook, você fica sabendo sem procurá-lo; e no Twitter, a mesma coisa, vários conteúdos ficam concentrados em um único lugar!

E nessa era de redes sociais, a DBD PUC-Rio oferece através do seu Twitter, Facebook e Blog informações imporantes, tais como: horário de funcionamento, avaliação de conteúdos, treinamentos, além de notícias correntes ligadas a educação, cultura e entretenimento, periódicos disponíveis online, links para artigos abertos, dicas de exposições, eventos, fontes de pesquisa e muito mais!

Faça parte da nossa rede e tenha facilidade de acesso a diversos conteúdos. E se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco utilizando o nosso Chat!

facebook

Fonte: iMasters. Disponível em: <http://imasters.com.br/artigo/19610/midiasocial/redes_sociais_como_fonte_de_conteudo/>.



Você pode seguir todas as respostas para esta entrada através do feed RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou um trackback do seu próprio site.

Deixe um comentário