A educação no Brasil

Não é surpresa a informação de que o país tem muito a melhorar no âmbito da educação. E com a notícia de que o Brasil é o único entre os emergentes sem universidades ‘top’, percebe-se claramente que o caminho é longo pela frente.

No ranking da Times Higher Education (THE), divulgado na última quinta-feira, 10 de março de 2011, nenhuma universidade brasileira alcançou a marca de ficar entre as 100 melhores no mundo, considerando-se a imagem que as instituições têm entre os acadêmicos.

leitura-infantil-0507082

Este resultado é reflexo da realidade de pouco incentivo à leitura na educação básica, época de formação de leitores, ao se levar em conta que os estudantes brasileiros são os que têm menos livros em casa.

jovem_adulto_estudando_-dirk_anschutz_20100825_corbis1

A mudança deste cenário dá-se pelo devido valor à leitura, principalmente quando passada de pai para filho, cujos benefícios são percebidos na comunicação mais fluente, estímulo à criatividade e à imaginação, desenvolvimento de cultura geral e, é claro, interesse maior por estudos científicos, que, em certo prazo, pode modificar a situação do Brasil neste ranking de universidades.

Todo esse encantamento do mundo da leitura pode ser encontrado na Cátedra UNESCO de Leitura PUC-Rio, centro especializado em pesquisa, ensino e extensão sobre leitura e formação de leitor.

A Cátedra é ”interdisciplinar e concebe a leitura como prática em múltiplas linguagens e fundamento para aprendizagens e circulação de saberes. Portanto, compreende a leitura como prática cultural potencializadora de reflexões e experiências que visam à construção de uma sociedade leitora, pelo exercício da palavra, enquanto instaurador do pensamento crítico.”

Vale uma visita ao site para conhecer o projeto e todo o conteúdo disponível para consulta, incluindo um variado acervo na Biblioteca de Leitura e Literatura Infantil e Juvenil. Você pode consultá-lo em imagem/texto em sua interação, ou ir ler na própria casa, que é linda e muito aconchegante!

bllij

Você pode seguir todas as respostas para esta entrada através do feed RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou um trackback do seu próprio site.

Deixe um comentário