Estratégia de Busca: O que é?

treinamento-3

Uma pesquisa bem sucedida necessita de uma eficiente estratégia de busca.

Você pode se perguntar, mas o que é isso? Bem, consideramos estratégia de busca o conjunto de termos de pesquisa (descritores, assuntos, palavras-chave…) organizados logicamente com os operadores boleanos e truncadores (AND, NOT, OR, *, ?, entre outros).

Quanto maior o conhecimento do assunto e das fontes, melhor o resultado. Assim como, quanto maior o conhecimento dos recursos de busca das bases de dados utilizadas, melhor a recuperação do resultado.

Uma das mais conhecidas e empregadas pelas bases de dados é a lógica booleana:

AND Intersecção (restringe, tornando o campo de pesquisa mais específico).

OR União (Abrange, tornado o campo de pesquisa com mais opções).

NOT ou AND NOT Exclusão (Restringe o campo de pesquisa).

Vale lembrar que elas devem ser usadas, na maioria das bases de dados, desta forma: AND, NOT, OR (Caixa alta e em inglês).

Vejamos na figura, onde:

1

AND (Intersecção)

Busca somente documentos onde o termo A e B são mencionados no texto, independente da ordem, proximidade ou não.

OR (União)

Busca documentos onde encontram-se os termos A ou B, no mesmo texto ou não. Não sendo necessário ter os dois termos no mesmo documento.

NOT ou AND NOT (Exclusão)

Busca documentos onde, não contém o termo B ou não contém o termo A, dependendo da pesquisa.

Existem outros operadores aceitos por algumas bases.  Como:

Parênteses () Estabelece a ordem nas pesquisas, auxilia em estratégias de busca. Ex.: (education AND elementary) NOT secondary

Aspas ” “ Indica a expressão exata.  Utilize aspas para pesquisar termos que devem ser buscados juntos, exatamente como inserido. Ex.: “higher education”

Coringa ? Substitui um caracter em qualquer posição do termo. Ex.: Bra?il  = Brazil; Brasil

Asterisco * Substitui até 10 caracteres à direita ou à esquerda do termo e/ou radical. Ex.: leader* = leader; leaders; leading; leadership

Algumas bases possuem os operadores de proximidade, que recuperam termos adjacentes, seja na ordem em que são apresentados ou independentes da ordem. Neste caso, podem diferenciar os operadores(NEAR; PRE; WITHIN, PROX, entre outros). Ex.:

NEAR/n Recupera os dois termos adjacentes na ordem que se encontram e permite a ocorrência de “n” termos entre eles (podendo estar antes ou depois). Ex.: market N/2 analysis = market segment analysis; analysis of competitive market

PRE/n ou P/n Recupera os dois termos adjacentes na ordem em que foram inseridos e permite a ocorrência de “n” termos entre eles. Ex.: fiber P/2 glass = fiber glass; fibers with the glass

Além desses recursos, é importante identificar os termos corretos, os mais significativos para o seu tema e/ou uma pergunta bem definida para a sua pesquisa. Converse com seus pares, seu orientador, faça uma lista dos termos específicos e genéricos que você poderá utilizar na sua estratégia.

Uma outra dica importante é sobre o idioma, que dependendo da sua busca, o inglês é o idioma com uma melhor recuperação, já que a maioria da produção científica é nesta língua.

Esperamos que com estas dicas você possa utilizar cada vez mais as fontes de informação disponibilizadas pela Biblioteca, pois quanto mais precisa for a estratégia de busca, melhor será o resultado alcançado.

Em caso de dúvidas, Fale Conosco!


Você pode seguir todas as respostas para esta entrada através do feed RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta, ou um trackback do seu próprio site.

Deixe um comentário